sexta-feira, 24 de outubro de 2008

Atração literal

Livros sempre fizeram a minha cabeça. Desde pequena sempre me interessei por leitura... e diga-se de passagem, de todos os tipos: gibis, fábulas infantis, revistas para adolescentes (capricho era a favorita!), Agatha Christie, dicionários, poesia e best-sellers. Acho que meu pai era o maior incentivador. Lembro dele trazendo a revistinha do Círculo do Livro para eu escolher o que queria e eu já me deliciava apenas lendo os resumos dos livros.

Comecei ali a entender o prazer de recebr um livro pelo correio. Era uma espera ansiosa e cheia de espectativa. Quando os livros chegavam esquecia tudo ao meu redor e me dedicava de corpo e alma aquele universo maravilhoso das letras. É desta época que peguei o hábito de cheirar o livro, sentir o aroma das folhas novas ainda sem manuseio, analisar a textura do papel e a escola da tipografia. Sou exigente e acho que é por isso que não consigo comprar livros muito usados em sebo. Não ligo se estiver rabiscado, com anotações, acho até que personaliza o livro... mas comprar um livro velho, com folhas desbotadas e sujas de tanto manuseio, não é nada atraente, né?

É claro que fiz muitas escolhas erradas e elas hoje fazem parte da minha singela biblioteca. São inúmeros os livros que só consegui ler até o segundo capítulo, apesar das críticas favoráveis, cheias de elogios. Hoje, confesso, escolho um livro pelo autor, pelo assunto ou porque recebi elogios confiáveis a respeito (que é garantia de acerto), mas muitas vezes a decisão não é tão racional e me deixo levar pela capa ou simplesmente pelo título.

A verdade é que parece que determinados livros te escolhem e não o inverso. Eles te atraem de alguma forma, que se tornam irresistíveis. Entre tantos títulos de uma livraria você percebe que um, especialmente "aquele", te chama, clamando por leitura. Sorte sua se só um te conquista. Pior é quando você não consegue deixar para trás nenhum dos cinco que escolheu.

Aí você compra, leva para casa e a simples presença deles ali já te acalma e te conforta. Estou com três livros à espera de leitura e com outros dois em andamento. Como sou uma mulher de fases, muitas vezes leio dois intercalados, quase sempre de assuntos completamente antagônicos. Acho que é para dar uma equilibrada...

Ainda bem que aqui em casa nós dois gostamos de ler e como era de se esperar, estamos passando isso para as crianças naturalmente. O problema é conseguir administrar a grana para ninguém sair prejudicado, afinal somos quatro com idades e interesses bem diferentes.

5 comentários:

Isabella disse...

Nossa, Andrea, vc descreveu as minhas sensações em relações aos livros. Tb adorava escolher no catálogo e receber os livros pelo correio, os da Edições de Ouro.

Como bibliotecária acho um absurdo que os brasileiros não tenham acesso a boas bilbliotecas e que precisem comprar livros... Aqui no EUA é tão diferente, tão incrivelmente bem servido de bibliotecas não só com livros mas computadores, flmes, audio-books, hora do conto e muito mais : )

Também já escolhi muitos livros pela capa e pelos primeiros parágrafos : )

bjs

Antonio Da Vida disse...

Eu tenho uns cinco à espera de leitura aqui em casa. Este final de semana estive em Portugal e quase compro mais uns dois ou três, aquela vontade de ler em Português, mas o meu bolso falou mais alto: "prmeiro lê os cinco que você já tem lá em casa, poxa!"
XXX

Beth Blue disse...

Puxa, comigo é igualzinho. Minha casa tem livros por toda parte...e leio praticamente desde que aprendi a ler. Só que em vez do pai, meu estímulo foi a minha mãe (que aliás era professora de escola primária). Também éramos sócias do Círculo do Livro e a chegada da revista era sempre uma grande festa!!!

E eu só compro livros usados: é que no sebo que eu frequento religiosamente muitos dos livros usados são quase novos! Só muda o preço, geralmente menos da metade do preço de capa. Assim sendo, sempre volto com uns 3 ou 4 livros pra casa. :-)

beijos

Beth Blue disse...

Isabella: as bibliotecas daqui da Holanda também são maravilhosas!!! A biblioteca central de amsterdã (onde moro) é super completa. Tem vários Macs disponíveis para internet por toda parte, além de muitos livros em holandês e principais línguas estrangeiras. Muitos CDs e DVDs pra alugar a preços módicos.

O paraíso na terra ;-)

Eu penso que... disse...

Que maravilha, Beth!
Infelizmente, as bibliotecas brasileiras não chegam nem perto desse paraíso. Seria muito bom se fosse verdade...
obrigada pela visita!
Bjsssss