terça-feira, 8 de abril de 2008

Escravas da aparência

Está passando na TV o programa da Oprah, em que ela sugere maneiras de se vestir para parecer mais jovem. Será que é isso mesmo? São três mulheres, uma de 30, 40 e 50/60 anos, que aconselhadas pela equipe de estilistas mudaram de visual, para aparentarem (pelo menos) a idade que têm. Isto porque, pelos vídeos que estão passando (estou até com VPP - Vergonha Pela Pessoa), pode-se perceber que elas não têm a menor preocupação com a aparência, nem com a vaidade.

Fico aqui pensando com meus botões... porque as mulheres (não posso responder pelos homens!) se preocupam tanto em parecer mais jovens e não gostam de mostrar a idade que têm? Quem é que não se sente feliz, quando alguém lhe diz que aparenta menos idade do que realmente tem? Eu mesma fico sorrindo por horas, quando acontece...

- "Nossa, você parece tão nova! Já tem filho deste tamanho!"

Pode ser que seja apenas uma forma de alguém nos elogiar, uma maneira de dizer como nós nos cuidamos. Não sei porque, mas o resultado é imediato e a gente fica se "sentindo" poderosa! Parece que rejuvenescemos só em ouvir. Mas têm o outro lado da moeda, também... faz parecer que não tivemos juízo suficiente e engravidamos antes da hora. (Será que ainda existe isso?)

Ainda assim, é melhor do que ter que ouvir um batatada dessas:

- "Pensei que você era da turma do meu irmão mais velho! Não sabia que tínhamos quase a minha idade." Esta é dose... difícil de engolir... e do tipo que a gente custa a se recuperar. Só no tranco, mesmo.

Só que depois de um tempo, quando a gente vai chegando na casa dos 35 anos, a preocupação passa a ser outra, ou pelo menos deveria. Hoje, aos 36, me preocupo muito mais com a saúde e com a qualidade de vida, do que em comprar roupas novas e descoladas. Sério, acho ridículo ver pessoas super arrumadas indo passear na pracinha, no cinema, ou na escola dos filhos. Têm hora pra tudo, né?

Vaidade é necessário e muito importante, mas só até a página 3. Não aguento "mulherzinhas" que passam o dia com roupa de ginástica, só para dizer que estão malhando... Conheço algumas que só de botar a roupa, já acham que estão se exercitando.

Ninguém precisa sair por aí aos trapos também, só para dizer que não liga para a opinião dos outros. Não é isso que torna alguém interessante ou atraente. Acredito que a vaidade foi feita para manter a auto-estima em níveis satisfatórios, mas não é preciso exagerar. Envelhecer com dignidade é a coisa mais linda que alguém pode fazer, por si mesmo.

6 comentários:

Ká, Rainha disse...

Concordo contigo.
Passar creminhos até vai agora ser escrava da beleza ninguém merece!
Beijos!!!

Annix disse...

Conheço algumas que só de botar a roupa, já acham que estão se exercitando

eu ROLEI de rir com essa!

De fato, envelhecer com dignidade é difícil, mas é elegância pura.

May disse...

Ai, que você escreveu tanto desde que te sumi, que maravilha!!!
Volto com calma para ler TUDINHO!
Beijocas.

Isabella disse...

Oi Andrea, a blogagem coletiva será no dia 18/04, sexta-feira. Basta falar sobre o assunto e colocar o link pro site do Matthew:

http://www.matthewschierloh.org-a.googlepages.com/home

Obrigada pela perticipação!

Labelle® disse...

Tudo depende da circunstância, do lugar, e do momento, né?

A diferença entre o Rio e SP, por exemplo, é gritante. A ponto dos paulistas se incomodarem e criticarem a forma como os cariocas se vestem e vice-versa.

Não critico ninguém, cada um com seu cada qual, mas já sofri com olhares críticos e perversos de algumas pessoas quando cheguei num churrasco em SP [pensei que as pessoas se vestissem de acordo] e todas as mulheres, sem exceção, estavam de scarpins ou botas com shorts, lenços no pescoço e cabelos extremamente escovados... Enquanto eu, carioca da gema, fui com uma rasteirinha, vestidinho curto e rabo de cavalo...rs

Enfim...

Bebete Indarte disse...

Você é das minhas, e legal q se questiona aos 36.
Eu tenho 47 anos, e digo com muito ORGULHO nunca menti minha idade.
Tanto que não aceito como elogio "você aparenta mais jovem".
??? Ou que Oscar Wilde dizia q uma mulher deve "ocultar" a idade, a bixa por acaso era chauvinista?
Eu sei que tenho uma aparência decente porque me cuido. Espírito e corpo, mas conteúdo sempre foi mais importante, desde pequena.
A natureza nos ensina que não devemos lutar contra o relógio.
Pra mim é um grande complô (sociedade, mídia, mundo ocidental)...mas aos poucos as coisas vão se encaixando.
Dizem que terá uma lei, contra modelos magérrimas na França, evitando o modelo anoréxico ideal.
Se fantasiar (maquiagem, roupas bacanas, etc), faz o bem até em velhinhas nos asilos...Bjs.