quinta-feira, 10 de julho de 2008

Leitura de cabeceira

Me sinto meio órfã depois de ler um livro, quer dizer, um bom livro. É sempre assim... Fica um vazio, uma sensação de abandono, de não ter mais aquela companhia de todas as noites a encher minha mente e me fazer fugir do dia-adia. A leitura é realmente uma viagem para mim... Me transporto para um outro mundo. É tão bom...

Quando o livro vale a pena, levo para qualquer lugar, onde sei que vou demorar. Consultório médico, fila de banco, saída de escola são ótimas opções. Você evita aquelas conversas "enriquecedoras" sobre o tempo, doenças/remédios, notas escolares, etc, etc....

Atualmente estou lendo 'Comer, Rezar e Amar' (depois de ouvir várias fontes diferentes dizerem que é bem interessante) e dei um tempo na 'A Menina que Roubava Livros', que até agora não me mostrou porque conseguiu obter o primeiro lugar nas listas dos mais vendidos.

Estou torcendo para que este sucesso de Elizabeth Gilbert me conquiste! Aceito outras indicações...

6 comentários:

Annix disse...

eu li esse! :) livro simpático (o eat, pray, love), já emprestei pra umas amigas.

ariadne disse...

também parei com a menina que roubava livros, acho que vou ter que começar de novo...
é, livro bom acompanha mesmo a gente, pra qualquer cantinho e pra todas as ocasiões

Ká, Rainha disse...

Li também a Menina...não achei graça e parei!
Verei se consigo esse aí que você indicou!
Beijos!!!

ciclo365dias disse...

Es verdad que el libro implica viaje. Recuerdo que el autor del Quijote le daba igualdad a la experiencia de leer y de viajar.

Curioso título "A Menina que Roubava Livros".

Saludos

Beth Blue disse...

Eu amo ler!!! Eat, Pray, Love está na minha lista há tempos por causa da Anna, rsrsrsrs. Falando em livros, não deixe de ler o do Kevin...acho que vai gostar!!! E você conhece o shelfari.com, a biblioteca virtual? Comentei recentemente no meu blog, site obrigatório para ratos de livraria como nós.

beijos e passa lá no meu blog pra dar piteco no post mais bombado da história, rsrsrsrsr.

Andréa N. disse...

Eu dei Eat, Pray, Love pra minha sogra (que adorou), mas nunca li. Preciso pegar- tem uma biblioteca publica bem aqui na esquina do trampo. Estou lendo "One Train Later", biografia do Andy Summers (guitarrista do Police) e estou AMANDO. Ele escreve tao bem e tem uma memoria riquissima. Demais.