domingo, 2 de dezembro de 2007

Medo de bicho papão...

Estava numa roda de amigos neste final de semana e o assunto foi "medo de avião". É impressionante o número de pessoas que têm este problema...
De todos os meios de transporte que inspiram temor, acho que ele é o número 1 da lista. E se o compromisso é longe e requer horas numa aeronave, o medo triplica. Tenho um amigo que está para ser promovido no trabalho e provavelmente seu treinamento seria feito nos EUA, por um período de três meses. Ele está desde agora preocupado com o vôo e pensa na possibilidade de desistir só por causa das horas que terá que ficar no avião.

Eu não tenho medo, exceto quando cai algum avião e estou prestes a viajar, mas tirando isso, entro num avião tranquilamente, durma a noite toda e não fico preocupada, nem passando mal.

Mas, se alguém me chamar para andar de ônibus leito, por algumas horas, a coisa muda de figura e entro em desespero. Acho que o motorista vai bater enquanto estiver dormindo! Fico imaginando o acidente... É um horror. E olha que nunca tive nenhuma experiência desagradável em ônibus que justificasse este medo.

Acho que numa viagem de navio também teria problemas. Sei lá... estou falando de algo que não conheço, mas que de longe me causa certa apreensão. Ver aquela embarcação enorme em cima do mar me dá calafrios. Acho que é o efeito pós-Titanic.

Na verdade, acho que todos os medos têm em sua raiz o medo da morte. Se não fosse por medo de morrer, ninguém teria pavor a entrar num avião, ônibus, carro, navio ou outro meio de transporte.

Já perceberam que quanto mais velho ficamos, mais medo apresentamos? Quando a gente é criança vive sem medos... Elas fazem coisas absurdas e nem ficam preocupadas. Talvez o medo de escuro ou de altura seja o mais frequente.

E o que dizer do medo de barata, de cachorro, de lagartixa, de piscina, de elevador? Têm gente com medo da vida, com medo de amar e não ser correspondido e até com medo dos próprios medos. Cada dia vemos mais pessoas com fobias sociais, síndrome do pânico e outras denominações.

Sei não... no mundo de hoje acho que devemos ter é medo da hipocrisia, da ignorância, da mentira, da fome, da corrupção e da falta de caráter que assola nosso país. Isso sim é um bicho papão!

3 comentários:

perfil disse...

Oi Dedeia:
Então, eu já tive o maior medo de avião, hoje em dia já não mais, aprendi que a morte quando chega a hora vem de qualquer jeito, a gente pode estar dormindo em casa. E depois que racionalizei isso meu medo se foi. E olha que eu entrava em pânico, tomava remédio e tudo...

perfil disse...

perfil sou eu, sua blog sister ressusitada...

Lídia disse...

Boa noite Andrea...tudo bem querida?

Nossa...você me escreveu agora e eu fiquei boquiaberta lendo...

Eu também já tinha vindo aqui antes e perdi o link, e relendo uns post antigos hoje encontrei de novo....hahaha...impressionante!

Sobre os medos...
Acho que não tenho não...mas acho que acho, porque nunca entrei num avião (pasme)
ahahahhaha....tudo bem...um dia eu entro!

Mas acho que gosto mais de estar sob 4 rodas... não por medo de não estar...
Mas é que na estrada, vc tem oportunidade de ver tantas coisas bacanas, tantas paisagens e pessoas e situações...enfim...
E no avião não né...pelo menos eu acho que não...sei lá..hehehe

Voltarei aqui mais vezes também!

E o texto que tu gostou chama-se "Sintaxe à vontade" mesmo... é um texto gigante...mas aquela parte ficou com a carinha do "TBC..." hehehe

Beijão flor!
Até mais!
^^


http://tobecontinueed.wordpress.com