terça-feira, 12 de agosto de 2008

Banco de abusos

Não aguento ter que mostrar tudo que levo na bolsa, cada vez que passo por um porta giratória de banco. Além de ser um saco, considero uma invasão de privacidade. E cá entre nós, será que bandido quando entra em banco é pela porta da frente, apresentando o que carrega?
Pois bem, semana passada um carioca passou por embaraço na porta giratória do Itaú da São Clemente, em Botafogo. Ele avisou ao segurança que se tirasse o cinto, como exigia o funcionário, sua calça cairia, por conta de uma dieta que deixou suas roupas largas. E avisou que registraria o abuso com sua câmera.
O segurança debochou, fez pouco caso, insistiu na ordem e, de fato, a calça caiu.
Agora, a foto de calças arriadas (que você vê abaixo) e do gerente, de dedo em riste, ameaçando a vítima por "causar confusão", são provas na ação que ele move contra o banco.
Já estou de dedos cruzados, torcendo para ele!

Um comentário:

Ká, Rainha disse...

Olha acho isso uma danada pra não falar palavrão deles fazerem isso. Já passei por esse constragimento.
Aquele famoso alarme é acionado pelo segurança do banco e quando ocorre o assalto não adianta muita coisa. Trabalho na uruguaiana e sei de muita coisa. Aff!


Tomara que o cara consiga uma bufunfa bem gorda!
Aqui na torcida.
Beijos!!!