domingo, 10 de agosto de 2008

Dia especial

Sinto, já há alguns anos, que o Dia dos Pais é como um buraco negro do qual tento fugir...

É um pouco egoísta da minha parte não querer comemorar esta data, até porque as crianças ainda tem pai e precisam de exemplos de união familiar. Mas como o meu pai já morreu há 17 anos, estas lembranças ficam cada vez mais difíceis.

Claro que guardo ótimas recordações da época que meu pai estava vivo. E estas memórias nunca sairão da minha cabeça, pelo contrário, me invadem de felicidade toda vez que aparecem, por isso faço questão de guardá-las. Mas a saudade é perturbadora e em dias assim se tornam piores.

Como queria deixar hoje algum registro, faço minhas as palavras de um comercial que está passando toda hora na tv. Se eu não me engano é de uma operadora de celular...

Depois de listar várias coisas em que os pais são fundamentais, o protagonista do comercial diz:

- "Oi, pai, tudo bem? Só te liguei hoje para ouvir sua voz... "

Ahhhhhhhhh... era tudo o que eu queria no dia de hoje. Poder ouvir a voz daquele que fez toda a diferença na minha vida e ainda faz. Mas como isso "ainda" não é possível só me resta dizer:

- Um beijão pai (esteja vc onde estiver !!!). Te amo muito e obrigado por você ter existido.

Um comentário:

Ká, Rainha disse...

Pense assim: ele sabe que você o ama!
Beijos!!!