sábado, 2 de agosto de 2008

Beloved

“‘Come to bed’, dizia você, a partir das três horas, e eu respondia ‘i am coming’, e você: ‘don’t be coming, come!’”
carta a D., p. 27


***********************************

Que me cativava é que você me dava acesso a outro mundo. […] esse mundo me encantava. Eu podia escapar ao entrar nele, sem obrigações nem pertencimento. Com você, eu estava em outro lugar; um lugar estrangeiro, estrangeiro a mim mesmo.”
carta a D., p. 10

***********************************


Tive muitas dificuldades com o amor (ao qual Sartre dedicou umas trinta páginas de O Ser e o Nada), pois é impossível explicar filosoficamente por que amamos e queremos ser amados por determinada pessoa, excluindo todas as outras.”
carta a D., p. 25


************************************

Paixão, amor, cumplicidade, doença, sofrimento e suicídio...
Todas estas palavras ilustram a vida e a morte de Andre Gorz, autor destas frase acima, extraídas do livro Carta para D. - História de um amor
Descobri por acaso, ou quem sabe foi o destino quem me guiou (sou romântica, que fazer?). Não tive outra alternativa. Me apaixonei...

3 comentários:

Julia Fontelles disse...

Vou já ler este livro!!!

Cris A. disse...

hmm, parece bom... Entrou pra longa listinha de livros para ler em Janeiro (como diria Prof. Bob, "o ano você escolhe").

Nossa, aí no site da Cosac tem O Passado, O amante e Carta a D. por noventa e sete; muito barato! \o/ Gosto muito dessa editora, eles publicam umas coisas muito bonitas (em muitos sentidos)

Flavia Leite disse...

Hum, fiquei toda toda com coraçõezinhos nos olhos. Também sou uma romantica! ai, ai!
Olha, o meu e-mail é flavialeite9@hotmail.com
E mande ver nas perguntinhas e se precisar de uma ajuda ou toques, to aqui!
Beijocas