terça-feira, 20 de novembro de 2007

Sem aviso prévio

Acabaram os feriados, vida normal novamente!
É... bem que podia ser isso mesmo. Esta semana vai ser meio curta, mas complicada.
Minha "secretária" do lar pediu as contas e me deixou na mão. Não foi uma surpresa muito grande para mim, mas a gente nunca pensa que vai acontecer tão cedo.
Já estava achando ela meio devagar há algum tempo. Sabe aquela velha tática de fazer corpo mole diante dos trabalhos diários? Ultimamente precisava ficar lembrando o tempo todo coisas que ela já estava cansada de saber. Quem é dona de casa (que denominação terrível!) deve saber do que estou falando. É um saco ter que explicar uma, duas, três vezes o que a gente quer que elas façam. Quando você pensa que já está tudo explicadinho, mastigado... elas desaprendem rapidinho e voltam a fazer do jeito delas. Tenho horror a ter que cobrar algo de alguém. Por isto explico e esclareço as coisas no início, para elas aprenderem logo como é para fazer e eu não precisar ter que ficar repetindo sempre.
Sou uma dona de casa muito tranquila, não pego pesado, nem no pé de ninguém. Deixo passar muitas coisas para não parecer chata, nem cri-cri. Mas têm horas que nem pedindo auxílio divino a gente consegue se acalmar.
E acho que foi isso que fez ela pedir as contas na última sexta-feira. Reclamei que uma das blusas sociais do meu marido estava manchada. Perguntei quando tinha acontecido e porquê. Ela desconversou e me garantiu que havia acontecido há muito tempo atrás, mais ou menos há um ano.
Ahhh, eu não aguentei e disse que não podia ser, já que ele havia usado pelo menos há uns três meses. Ela engoliu a seco e disse que não estava mentindo. Eu engoli a seco também e respondi que achava muito estranho o meu marido usar uma blusa manchada e não perceber. Ela se calou. Eu também.
No final do dia ela veio me dizer que não voltaria mais. Ela explicou que achava que eu não tinha mais confiança nela, patati patatá...
Ainda tentei esboçar uma explicação, mas como ela estava tão convicta na sua resolução, resolvi não retrucar.
Ela é uma pessoa boa e muito paciente com crianças. Vamos sentir falta... Mesmo trabalhando 80% de sua capacidade, sei que ela me ajudava e muito.
Pensando melhor.... não posso, nem devo reclamar!
Acabei de me lembrar que muitas leitoras deste blog moram fora e não têm ajuda nenhuma desse tipo. Muitas trabalham e ainda têm que fazer tudo sozinhas quando chegam em casa. Não deve ser fácil mesmo. É uma mão de obra cara, um luxo somente para poucos(as).
É... não vou reclamar mais.

3 comentários:

Annix disse...

Bom, pelo menos aqui na Europa as casas são muito menores que as daí. Além disso vc tem crianças, o que multiplica o trabalho. Tomara que vc encontre outra de confiança logo...

Isabella disse...

Oi Andrea, eu nunca tive empregada desde que sai da casa dos meus pais, ainda solteira. Tinha diarista e tb não gostava de toda hora ter que estar explicando tudo. Num apto. pequeno de 2 quartos, o que pode dar errado?
Aqui na América faço tudo, além de trabalhar de casa e cuidar do meu filhote de 3 anos. Ele ainda não vai pra escola. Estou tão acostumada que nem me importo. E meu marido ajuda quando pode. Só de fazer as compras de supermercado, já é um adianto!

bjs e espero que logo vc encontre outra pessoa.

Anônimo disse...

miley cyrus nude [url=http://www.ipetitions.com/petition/mileycyrus]miley cyrus nude[/url] paris hilton nude [url=http://www.ipetitions.com/petition/parishilt]paris hilton nude[/url] kim kardashian nude [url=http://www.ipetitions.com/petition/kimkardashian45]kim kardashian nude[/url] kim kardashian nude [url=http://www.ipetitions.com/petition/celebst]kim kardashian nude[/url]