segunda-feira, 17 de setembro de 2007

Que mundo estranho

Que coisa grotesca e trágica esse sumiço da menina Madeleine, no Algarve (Portugal)...
Tá parecendo coisa de novela...
Depois de terem sido apontados como os autores da suposta morte acidental da garota, agora os pais receberam 100 mil libras para provarem que são inocentes.
Tal como num folhetim popular, surge agora um "patrocionador" para ajudar o casal McCann a convencer a opinão pública de sua inocência. O benfeitor é ninguém menos que Richard Bronson, dono da Virgin.
Vamos esperar os próximos capítulos...

Um comentário:

Antonio Fontelles disse...

Este caso está causando o maior alvoroço por aqui também.
Eu não tenho opinião formada sobre a culpabilidade ou não dos McCann... que a polícia cuide disto. Agora sinceramente, eu não me espantaria se eles fossem "desmascarados". De acordo com as estatísticas, a maioria dos casos de infanticídio, voluntário ou acidental, é causada pelos pais, que sempre tentam acobertar o fato. Neste caso específico, pode ser simplesmente que os McCann perderam o controle sobre a situação, e agora não têm como voltar atrás. A ver... agora, uma coisa é certa: nada disso teria acontecido se eles tivessem ficado no hotel com os filhos, ao invés de deixar uma criança de 4 anos sozinha em um quarto de hotel em um país estrangeiro, para ir jantar com amigos. Se isto não é pura falta de responsabilidade paternal, então eu não sei mesmo o que é a responsabilidade paternal. Hoje em dia todo mundo quer ter filhos "porque faz parte", mas poucos querem arcar com os sacrifícios decorrentes. Por estas e outras, é que resolvi nunca ter filhos.