segunda-feira, 13 de agosto de 2007

Love pain


Sento hoje para escrever este post um pouco perturbada com tudo o que li sobre o Dia dos Pais. Queria poder dizer que fiquei feliz ontem por todos aqueles que tem PAI e que puderam dizer eu te amo, ou eu te adoro...Mas na minha estreita visão de vida não parei para lembrar daqueles que tem pai e se sentem órfãos...ou daqueles que são pais e não podem praticar a paternidade...

Não sei, sinceramente, o que é pior. Sofrer com a ausência??? Amar sem ser correspondido??? Ou simplesmente, não conseguir amar seu pai ou seu filho. Amar é muito difícil, complexo e requer sacrifícios. Ninguém ama se não cede, se não aprende a respeitar a vontade e o desejo dos outros. Mas não é uma fórmula, nem uma receita. Se fosse, todos saberiam o que fazer e onde encontrar.

Nem sei porque estou filosofando sobre isso, mas a verdade é que não consegui passar incólume pelo dia de ontem...Depois de ler alguns blogs à noite, não pude deixar de pensar em como fui feliz em ter o pai que tive, e como sua participação em minha vida foi primordial para ser quem eu sou hoje. Para mim ele foi e continua sendo um exemplo de integridade, de competência, de maturidade, de ética, entre outras tantas coisas boas. Mas é lógico que tinha defeitos, manias e esquisitices, como todo bom pai deve ter. Ninguém é perfeito.

Só depois que fui mãe aprendi a relevar certas atitudes e a compreender os erros que nossos pais cometem. A gente faz o que pode e até o impossível querendo sempre o melhor para os filhos. Mas nem sempre é assim que eles nos vêem.

Após ler e reler algumas posts, cheguei a uma conclusão. Blog é melhor que fazer uma análise. A gente tira nossos fantasmas do armário com a certeza de que ninguém irá criticar, apontar ou questionar nossas atitudes. E assim acabamos exorcisando eles de vez. Amém!

2 comentários:

Antonio Fontelles disse...

Olá,
gostei muito do que vc escreveu... e concordo com vc, blog é como uma análise, pelo menos pra mim funciona assim, é uma boa maneira de se colocar os próprios pensamentos em ordem...
XXX/A

Beth Blue disse...

Após ler e reler algumas posts, cheguei a uma conclusão. Blog é melhor que fazer uma análise.

Melhor que fazer análise sim, pois ainda por cima é de graça ;-)